NOTÍCIAS

Porto Mosquito já está ligado à Televisão Digital Terrestre – TDT

Publicado em: 25/10/19

tdt-porto-mosquito

A localidade de Porto Mosquito, que fica no concelho de Ribeira Grande de Santiago, passa a estar ligada à televisão, 12 anos depois, graças à inauguração da Rede TDT (Televisão Terrestre Digital), numa cerimónia simbólica que aconteceu no passado fim-de-semana no Centro Comunitário local e que foi presidido pelo Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas e tutela da Comunicação Social, Abraão Vicente.

Um momento de alegria, satisfação e alívio para os cerca de 600 moradores da localidade de Porto Mosquito que, a partir deste momento, vão poder acompanhar as notícias nacionais e internacionais, vão ter acesso aos sete canais que estão incluídos nesta rede e ainda à rádio digital.

Após a cerimónia que contou ainda com a presença do presidente do Conselho de Administração da Cabo Verde Broadcast, Engº Luís Ramos, e da Diretora Geral da Comunicação Social, Ineida Cabral, foram entregues 20 Set-Top-Box às famílias para poderem aceder à televisão digital, a partir de hoje.

“Este é, também, um canal onde podem participar na vida e no desenvolvimento do nosso país. Ter acesso a canais de informação é um direito fundamental para podermos ter a liberdade de pensamento, expressão e comunicação e, essencialmente, estar presente nos serviços noticiosos através da televisão”, afirmou o titular da pasta da comunicação social.

O Governo de Cabo Verde tem trabalhado no sentido de garantir que em todo o território nacional deixe de existir zonas sombras, sem cobertura de sinal de televisão. Neste momento 75% do país está coberto pela Rede TDT.

A Cabo Verde Brodcast (CVB), empresa responsável pela implementação e gestão de toda a Infraestrutura de Televisão Digital Terrestre (TDT) em Cabo Verde, tem trabalhado com o objetivo de garantir as condições necessárias para manutenção e desenvolvimento de infraestrutura única para agregação de conteúdos, transporte, distribuição e difusão de sinais entre operadores de televisão nacionais e internacionais, assegurando uma menor poluição ambiental e efeitos sobre a saúde pública e uma centralização dos investimentos. E ao mesmo tempo assegurar mediante remuneração o transporte e difusão de sinais de radiodifusão de operadores nacionais e internacionais; assegurar a gestão, exploração e manutenção de toda a infraestrutura de agregação de conteúdos, transporte, distribuição e difusão de sinais, prestando serviços a operadores de televisão nacionais e internacionais.